Formação de agentes – Tráfico de pessoas: a ameaça invisível

A Câmara Técnica de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas de Foz do Iguaçu (CTETP/Foz do Iguaçu) realiza uma formação de agentes, voltada para integrantes da rede de assistência às vítimas deste crime. A formação é gratuita, tem como tema Tráfico de pessoas: a ameaça invisível e acontecerá em ambiente virtual, via plataforma Zoom, nos dias 22 e 23 de julho de 2020, das 19h às 22h.
A CTETP é vinculada ao Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGIM) e composta por um grupo de entidades de Foz do Iguaçu e tem atuação constante na disseminação de informações e no combate a todas as modalidades de crimes que se caracterizam como tráfico de seres humanos. A legislação brasileira define como tráfico de pessoas toda ação que fere a dignidade, incluindo-se aí a exploração sexual e exploração laboral.

Faça sua inscrição no site: http://www.idesf.org.br/eventos

PROGRAMAÇÃO DO EVENTO:
Dia 22.07
19h: Abertura e mediação: Coord. da CTETP, Rosane Amadori
Painelistas:
Profª e doutoranda em Ciências Humanas e Sociais pela UFABC, Verônica Maria Teresi
Tema: O Brasil e o enfrentamento ao tráfico de pessoas: avanços e desafios
Ex-delg. PF e prof. Dr. da PUC e do Uniceub, Luciano Ferreira Dornelas
Tema: O tráfico internacional de pessoas: organização, interações e decisões nos processos da Justiça Federal
Pres. da Comissão Reg. de Direitos Humanos da PRF em Pernambuco e Operadora de Direitos Humanos da PRF: Luciana Cristina Lima de Souza
Tema: Projeto MAPEAR no enfrentamento ao tráfico de pessoas
Profª do Depto. de Estudios Internacionales da Universidad Loyola Andalucía (Espanha), Dra. Waldimeiry Correa da Silva
Tema: Regime internacional sobre o tráfico de pessoas e suas repercussões práticas na atualidade
Dinâmica: 30 minutos de apresentação cada palestrante + debate no final
22h – Encerramento
Dia 23.07
19h: Abertura
Painelistas:
Chefe do Serviço de Repressão ao Tráfico de Pessoas e Contrabando de Migrantes (SRTP/PF), deleg. Joziel Brito de Barros
Tema: O papel da PF no combate ao tráfico de pessoas e a importância da integração entre as redes de repressão e assistência
Asses. Jurídica da Defensoria Púb. do Estado do Paraná, Cíntia Tomacheski Bordignon
Tema: Adoção fraudulenta de crianças entre Paraguai e Brasil: tráfico de pessoas existe?
Sec. Exec. Projeto Resgate, Marco Aurélio de Souza
Tema: Eixo temático no enfrentamento ao tráfico de pessoas: assistência às vítimas
Coord. Geral de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas e Contrabando de Migrantes do Ministério da Justiça, Renata Braz
Tema: A Política Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas para 2020, na perspectiva do Ministério da Justiça
Mediação: Pres. IDESF, Luciano Stremel Barros
Dinâmica: 30 minutos de apresentação cada palestrante + debate no final
22h – Encerramento

Deixe uma resposta