Tráfico de pessoas

O tráfico de pessoas vem de crescendo de forma assustadora nos últimos anos. Diante disso a ONU insittuiu o dia 30 de julho como o Dia Mundial de enfrentamento ao Tráfico de pessoas. Desde de 2013 a Campanha “coração Azul” representa a tristeza das vítimas do tráfico de pessoas, e a insensibilidade daqueles que comercializam.

O tráfico de pessoas atinge geralmente pessoasl carentes, vulneráveis, movidas pelo sonho de um trabalho digno e bem remunerado. Homens e mulheres, jovens e crianças são vítimas de organizações criminosas que transformam o sonho na triste realidade do trabalho forçado, exploração sexual, trabalho escravo, adoção ilegal e até a remoção de órgãos.

Cada vez mais, o enfrentamento e combate ao tráfico de pessoas se faz necessário, de forma prioritária e no ambito mundial. Em Foz do Iguaçu, foi realizado em 2014, o 1º Seminário Internacional da tríplice Fronteira, promovido pela Cáritas Diocesana e Rede Proteger, cujo objetivo é debater politicas publicas locais que ajudem no enfrentamento do trafico de pessoas, criando meios para acolhimento, proteção e reabilitação das vítimas e familiares.

Deixe uma resposta