A pastoral da comunicação da Diocese de Foz do Iguaçu colocou em prática os módulos que foram sugeridos no 8º Encontro de Jovens Comunicadores realizado em Aparecida do Norte de 2015.


A atividade aconteceu nesta quarta (13/06/2018), com alunos da escola Municipal João Adão da Silva , 5° Ano. Colocando em pratica as oficinas de fotografia do projeto de educomunicação dos alunos de Jornalismo da UDC (Centro Universitário Dinâmica das Cataratas). O curso que finalizou neste dia contemplou total de quatro horas. Foram abordados:Como surgiu a Fotografia, os primeiros passos, equipamentos e técnicas utilizadas. Segundo o estudante do projeto Welyton Manoel do 7º Período de jornalismo as expectativas foram além do esperado, desde a participação e desenvolvimento aos resultados obtidos com os alunos. “Fizemos uma provocação e colhemos bons frutos e assim com as atividades executadas eles poderão usar não só no seu ambiente ou seja na sua escola como  no seu bairro os exemplos e conseguimos despertamos um olhar crítico e analítico”.Destacou Welyton.
Felipe provin que também esta cursando o mesmo período, nos falou deste momento: “O que ensinamos para esta crianças, não é uma situação para agora, mas para o futuro e quem sabe ajude-as escolher uma profissão ou uma faculdade dentro do contexto de hoje”. O passeio que aconteceu no Marco das Três Fronteiras do lado brasileiro.
Paulo Freire fornece bases sólidas para um modelo educomunicacional dialógico, democrático e participativo. “A educação é comunicação, é diálogo, na medida em que não é a transferência de saber, mas um encontro de sujeitos interlocutores que buscam a significação dos significados.” (Freire: 1979, p.69). Conforme Freire, ensinar é criar possibilidade para a construção do conhecimento e não apenas para sua transferência. Na origem da Educomunicação está a concepção dialógica de Paulo Freire.  

Deixe uma resposta